Uma equipe internacional de pesquisadores cria um banco de dados de fósseis

Uma equipe internacional de pesquisadores cria um banco de dados de fósseis



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Graças aos avanços da ciência e da tecnologia, hoje muitos cientistas podem fazer uso de muitos recursos que serão de grande ajuda para seu desempenho. Uma das últimas notícias relacionadas à tecnologia e ciência é um banco de dados de um fóssil permanece banco de dados de calibração.

Este recurso é totalmente gratuito e acessível a todos. Incontáveis ​​fósseis pesquisados ​​são armazenados e muitos vestígios foram adicionados e estudados por muitos anos.

É fruto do trabalho de uma equipe internacional liderada pelo médico Daniel Ksepka, Curador de Ciência do Museu Bruce em Greenwich, e Dr. James Parham, curador do Centro Arqueológico e Paleontológico John D. Cooper, em Orange County, no estado americano da Califórnia.

Conforme afirmado pelo médico Ksepka: “Os fósseis nos fornecem informações infinitas, que nos ajudam a criar o calendário daqueles que são considerados os principais eventos da evolução. Graças a este novo recurso teremos uma ferramenta que nos será de grande ajuda que nos revelará as idades de grupos de plantas e animais que atualmente não possuem um bom registo móvel.”.

Nós saberemos quantos grupos de pássaros, plantas e animais evoluíram, como e quando; Saberemos também quais foram os eventos naturais mais importantes de certas épocas da história e muitas outras vantagens que serão de grande valor para a comunidade científica de todo o mundo.

Para o design desta nova ferramenta, mais 20 paleontólogos, programadores de computador e biólogos moleculares para tornar este sistema uma realidade. A ferramenta foi lançada no dia 24 de fevereiro e desde então tem recebido inúmeras visitas de pessoas e profissionais que se interessaram por esta nova proposta.

Por sua parte, Dr. Parham afirmou que este é um campo de estudo extremamente estimulante e de suma importância para todos os pesquisadores entenderem a origem e evolução da biodiversidade, embora até agora tenha sido prejudicado pelo uso indevido de dados existentes do registro fóssil.
Em não muito tempo, todos os pesquisadores do mundo terão à sua disposição todas as informações sobre os fósseis que foram investigados ao longo da história.

Depois de estudar História na Universidade e depois de muitos testes anteriores, nasceu Red Historia, um projeto que surgiu como meio de divulgação onde você pode encontrar as notícias mais importantes sobre arqueologia, história e humanidades, bem como artigos de interesse, curiosidades e muito mais. Em suma, um ponto de encontro para todos onde possam compartilhar informações e continuar aprendendo.


Vídeo: Pesquisadores encontram fósseis de repteis anteriores aos dinossauros em Santa Catarina